A maioria das grandes empresas, atualmente já são capazes de entender a importância de investir em Segurança da Informação, pois são conscientes das consequências que golpes e ataques podem ocasionar em seus negócios, assim como em sua reputação, porém as pequenas e médias empresas ainda não olham este investimento como prioridade, pois na maioria das vezes não se enxergam como possíveis alvos de hackers e outros cibercriminosos.

Sabemos que o de fato a verdade é exatamente ao contrário, uma vez que um único ataque pode afetar as operações de uma pequena ou media empresa de forma a encerrar suas atividades pelo prejuízo causado com percas de seu banco de dados, com o roubo de suas informações ou pela paralisação de seu sistema, quer seja por um ataque direto ou pela falha de seu hardware, por exemplo. O que de fato vemos é ações corretivas e não preventivas, investimentos acontecem tardiamente, ou seja, depois da empresa ter sofrido um ataque.

Seja qual for a área de atuação da empresa, para um crescimento contínuo em meio à concorrência, é importante transmitir segurança aos seus funcionários e clientes, independentemente de seu porte. O custo de não investir em segurança da informação é maior que investir, um levantamento da National Retail Federation detectou que cerca de 90% das invasões são direcionadas aos sistemas de pequenas e médias empresas. O custo de médio das vulnerabilidades foi o suficiente para aumentar despesas nessas companhias em cerca de U$ 36.000,00 anuais.

Devemos nos lembrar que além das medidas adicionais de segurança necessárias após um ataque e fonte de gastos extra, essas empresas sofrem também no âmbito das relações públicas. Perder a confiança de parceiros e clientes graças a um ataque virtual pode tirar sua companhia do mercado para sempre.

Pense então que ou as PMEs precisarão investir em pessoal e estrutura, ou terceirizar este serviço com empresas de Suporte Técnico ou Outsourcing de TI, caminho ideal na minha opinião, pois estas empresas possuem pessoal qualificado, experiencia, conhecimento e equipamentos necessários para atender estas demandas. Mas não se iludam, precisa dedicar tempo para conhecer estas empresas e criar uma sinergia com elas, pois no mercado tem de tudo, inclusive boas empresas.

O Empresário de uma forma geral é resiliente a ideia de contratar, mas podemos citar como um exemplo que a grande maioria das PMEs possuem contrato com um escritório para contabilidade e folha de pagamento e fazem isso, porque estas empresas possuem a estrutura necessária, pessoal e a preocupação em manter as informações seguras, sendo uma solução mais efetiva e econômica isso apenas para citar um exemplo de alguns aspectos da gestão de um negócio e isso nem sequer é um problema para as pequenas empresas, pense em quais outros serviços podem ser melhor executados se terceirizados para outra empresa.

Dividimos estas preocupações com o mercado, por esta razão a BR2T Gestão de Infraestrutura e TI tem investido em capacitação e melhoria continua para atender especificamente o segmento de PMEs com uma divisão especializada, mas principalmente no entendimento das “dores” de cada empresário e com foco na segurança da informação a custo realmente dentro da realidade e necessidade das empresas.

Contate-nos e fale com um de nossos especialistas:

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Comment

Name

Email

Url


× Como podemos ajudar?