Que 2020 foi um ano difícil todos nós sabemos, durante esse período de pandemia
empresas tiveram que lidar com problemas na ação e mudar sua cultura de trabalho, se
adaptando ao home office, se adequarem aos novos padrões da LGPD e ainda promover
acessos seguros aos funcionários.

Apesar da vacina contra a Covid-19 já estar sendo aplicada nos grupos prioritários, o
isolamento social ainda é uma realidade que reforça ainda mais a probabilidade do trabalho
remoto ser algo permanente. De acordo com as previsões da Check Point para a SI do
Brasil, 74% das empresas planejam implementar o home office definitivamente.

Diante desse cenário, a segurança cibernética deve ser fortalecida cada vez mais, pois a
probabilidade de ataques ocorrerem com mais frequência é alta. Isso se deve pelo fato de
que a conexão residencial, que é usada pelos funcionários em trabalho remoto, tem uma
abertura mais fácil para ser invadida, podendo facilitar o acesso aos dados corporativos.

No geral, 2021 será moldado por todos os acontecimentos do ano anterior, o que podemos
esperar é que os cibercriminosos buscarão tirar vantagem da situação para seu ganho
pessoal, como:

  • Utilização de um volume ainda maior de e-mails falsos sobre COVID-19;
  • Incentivar o uso de aplicativos que exigem amplo acesso aos contatos, mensagens
    e muito mais;
  • Aproveitam a sobrecarga de acessos e se infiltraram para ter acesso a dados
    bancários e informações sigilosas;
  • Tirar vantagens da alta utilização da nuvem.

Para que os ataques cibernéticos sejam controlados, podemos esperar para 2021 um
grande aumento no serviço de segurança, sendo totalmente necessário que empresas
disponibilizem um alto investimento na área para que futuros danos não ocorram.

Na BR2T você encontra os serviços mais inovadores do mercado, que levam segurança e
qualidade para seu negócio.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Comment

Name

Email

Url


× Como podemos ajudar?